terça-feira, 3 de abril de 2018

Transformações













O que sai de mim
são respostas que não perguntei.
O que penso que sei,
são fumaças aos olhos da multidão.

A minha espada é a palavra.
Com ela eu corto as ideias
em pedaços de poemas.

O que penso que sei,
está embutido na ignorância.
O que ganhei com minha andança,
foram calos nos pés da imaginação.

A.J. Cardiais
24.08.2016
imagem: google

Inspiração e Respiração












Não coloco hora no poema,
porque hora não é problema
para quem gosta de poetar.
Então só procuro datar.

A data serve para mostrar
a evolução (ou não) do poeta,
e também que a inspiração 
não segue uma linha reta.

Os altos e baixos nas criações,
devem-se às várias razões.
É como o pulsar do coração:

Hora sim, hora não...
Algumas vezes me inspiro.
Outras vezes respiro.

A.J. Cardiais
03.08.2016
imagem: google

Sem Ingrediente















Abraço este momento,
à espera de um vento
de inspiração...

Para meu azar,
vem um "ventão"
e sopra a inspiração
pra outro lugar...

Desesperado,
procuro rimar
aleatoriamente...

Mas o poema sente
cheiro de falcatrua,
então fica "na sua",
deixando-me sem ingrediente.

A.J. Cardiais
16.09.2017
imagem: google

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Procurando um Poema





















Estou deitado, tentando sonhar...
Donde estou só vejo telhado,
paredes e coisas de casa.
Estou sem asas, e querendo voar.

Estou como os iniciantes:
procurando escrever sobre tudo...
Principalmente os momentos inférteis.
Daqui não ouço pássaros, 
não vejo nuvens, nem sinto a brisa.

Daqui só vejo plantas acanhadas,
morando em vasilhames apertados.
Acontece que eu só sei escrever,
bebendo doses de inspiração.
Sem beber nada, 
como vou achar um poema?

A.J. Cardiais
19.07.2019

Ponto Final





















Para ser final
tem que ter o sinal
de fim.
Um final com reticências,
não diz as consequências...

Para encerrar uma fase,
não pode existir o quase.
Uma frase, uma fase, uma foice...
E foi-se!
Cortou-se o cordão umbilical,
extirpando todo mal.

Para um final de amor
não existe nenhum doutor
que receite um ponto final.
O final só estará no fim,
quando você disser assim:
Pronto, acabou!

A.J. Cardiais
28.01.2017
imagem: google

sábado, 24 de março de 2018

As Coisas Possíveis - 2















Não ame o impossível...
Trace seu sonho,
fértil e fácil...

Fértil porque ele terá
várias possibilidades de existir,
e fácil porque ele sempre estará
ao seu alcance.

Dance conforme a música,
e tente não pisar
no pé da vida...

Procure deixar a vida distraída,
enquanto ela estiver
dançando com você.
Repare que a vida e a morte
têm o mesmo sexo: são femininas.

A.J. Cardiais
23.07.2016
imagem: google

sexta-feira, 23 de março de 2018

Riqueza Natural


















A minha riqueza
quase ninguém vê,
pois não aparece na TV,
nem em qualquer meio
de comunicação;
não cabe em minha mão,
nem se guarda...

A minha riqueza é volátil,
é fértil,
é fácil e difícil
de alguém crer...
Ela está no prazer
e no sabor de viver.

A minha riqueza,
com toda pureza,
está na natureza.
Rima com beleza
e com saber.

A.J. Cardiais
18.01.2018

quarta-feira, 14 de março de 2018

Por Incrível Que Pareça















Por incrível que pareça,
hoje é o dia nacional da Poesia...
Não é madrugada fria,
mas é madrugada.
E eu aqui fazendo batucada,
tamborilando nas teclas,
sem lembrar de nada...

Acordei, enquanto meu amor dormia.
Deu vontade de escrever,
fiquei na maresia...
Mas o poema tem um poder,
que eu já conhecia:
ficou martelando na minha cabeça...

Aconteça o que aconteça,
faça chuva ou faça sol,
a poesia é como um farol
iluminando a minha cabeça.

A.J, Cardiais
14.03.2018